Saídas de Mergulho
Saídas diárias realizando dois mergulhos em dois sítios distintos!

Todos os dias às 08h30

Reservas pelo telefone:

- 93 557 7000
- 93 557 7001
- 93 557 7002

ou através do seguinte formulário:



Projecto Green Mount
O Projecto Green Mount

Projecto GreenMount - Produção primária bêntica em montanhas submarinas: Uma nova hipótese para explicar a abundância e a biodiversidade sobre montanhas submarinas pouco profundas.

Investigador principal - Prof. Dr. Pedro Duarte
Investigador responsável pelas missões - Prof. Dr. Gonçalo Calado


Apresentação
Os montes submarinos são ecossistemas que se caracterizam por uma elevada biodiversidade. Alguns autores referem-se às montanhas submarinas como oásis de vida, que atraem muitas espécies importantes para a pesca e para a conservação. A Europa tem em curso um plano de extensão da Rede Natura 2000 ao meio marinho, e Portugal, com a maior zona económica exclusiva da Europa, terá de estar na linha da frente nestas medidas de protecção. Até agora, o estudo da produção primária (a energia que alimenta o ecossistema) da componente do fundo de montanhas submarinas pouco profundas não foi incluído em nenhum dos trabalhos efectuados até ao presente, apesar das grandes concentrações de macro-algas que, em geral, cobrem os seus cumes. Assim, ainda está por determinar a contribuição potencial das macro-algas para suportar vida nestes ecossistemas. Neste sentido, propôs-se um projecto de investigação com os seguintes objectivos:

  1. Medir a produção primária da componente de fundo sobre alguns picos do Gorringe (figs. 1 a 3) e compará-la com outras fontes de matéria orgânica tais como, a produção primária da coluna de água
  2. Determinar de que modo a produção primária das macroalgas é incorporada nas cadeias tróficas e comparar essa incorporação com a da matéria orgânica proveniente das outras fontes.


Porquê o Banco Gorringe
A escolha do Banco Gorringe prende-se com a localização do mesmo a uma distância "praticável", com os meios disponíveis, e com a existência de dados de trabalhos prévios realizados na mesma zona, entre 2006 e 2008. Este Banco encontra-se numa montanha submarina com cerca de 5000 metros que faz parte de uma cordilheira que se estende desde o Sul de Portugal até ao Arquipélago da Madeira (cerca de 9.500Km2 de área). Nesta Cordilheira encontram-se também outros bancos conhecidos, como é o caso do Banco de Ampère e do Banco de Josèphine. O Banco de Gorringe encontra-se localizado a Sudoeste do Cabo de São Vicente, a uma distância de cerca de 200 Milhas náuticas (Latitude N 36 32' Longitude W 011 33'), entre Portugal Continental e o Arquipélago da Madeira. Alguns destes picos, encontram-se hoje a uma profundidade relativamente baixa, sendo possível o mergulho com recurso a escafandro autónomo. Será este o grande objectivo desta expedição, uma vez que estas "ilhas submarinas" são locais praticamente inexplorados e constituem verdadeiros "oásis de biodiversidade" no meio do Atlântico.


Execução do Projecto

Para a prossecução dos objectivos do projecto, far-se-ão várias missões a este monte submarino, as quais incluirão, além da recolha de vários parâmetros a partir da embarcação de investigação, algumas imersões com recurso a aparelhos de circuito fechado "rebreather" fornecidos pela Subnauta, as quais permitirão recolher dados adicionais da fisiologia das algas e do seu crescimento, possibilitando uma abordagem do problema totalmente inovadora a nível internacional. Cada missão decorrerá durante dois dias úteis de trabalho (três noites incluindo as viagens). Implicará o aluguer em exclusivo da embarcação XUNAUTA da Subnauta.

Instituições Envolvidas:
  • Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental
  • Fundação Ensino e Cultura Fernando Pessoa
  • Instituto Nacional de Recursos Biológicos
  • Instituto Português de Malacologia
  • Subnauta